À espera do Martin: como vai ser o trabalho

À espera do Martin: como vai ser o trabalho

25 fev 2014

Todo mundo – e é todo mundo mesmo! Eu incluída – tem me perguntado como vai ser a volta ao trabalho depois que o Martin nascer. Desde termos práticos, como quanto tempo depois do parto e se vou continuar fazendo eventos, até mais conceituais, tipo se acho que meu olhar vai mudar na captação das imagens. Confesso pra vocês que a curiosidade de saber o que vai acontecer só não é maior que a vontade de ver o rostinho dele aqui fora. Como costumo ser muito prática e me esforço para a ver as coisas de uma forma mais realista, vou contar aqui um pouco do que eu imagino que nos aguarda.

 

blogok

Sobre voltar ao trabalho, imagino que isso deva acontecer entre 40 e 50 dias depois de o Martin chegar. Pra isso, eu tenho dois trunfos: ter o escritório em casa e ter o pai dele dividindo escritório comigo. O Cláudio já é super presente, e ter a segurança de que ele está conosco me deixa livre para começar a dar os primeiros passos de volta já nesse momento. Claro, os eventos serão redirecionados por um tempo, mas os acompanhamentos que já faço serão retomados aos pouquinhos, assim como alguns ensaios, pra que eu possa ir me adaptando – e o Martin também.

Sobre como a maternidade vai afetar meu olhar, ainda não tenho muitas respostas. Imagino que, de tão apaixonada pelo meu bebê, eu comece a descobrir nos outros pequenas nuances que só as mães enxergam, e também veja nas mães algumas marcas que só quem já experimenta essa interação fora da barriga revela. Mas também não sei se as demandas do Martin não vão me deixar com pouca paciência para algumas situações, ou se o cansaço não vai me pegar. São expectativas e medos que se misturam, e que logo devem virar realidades – pelo menos alguns deles. Uma coisa, no entanto, é certa: essa identificação que começa a acontecer é divertida, e pode render belas imagens.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter
Deixe seu comentário
  • 400
    caracteres restantes
* Nome, E-mail, Comentário são requeridos